Seja um mediador de seguros de sucesso na DECISÕES E SOLUÇÕES

mediador seguros

Quem trabalha como mediador de seguros sabe que a vida dá muitas voltas e, de um momento para o outro, as circunstâncias podem mudar radicalmente.

Desemprego, salários baixos, falta de reconhecimento profissional e ausência de progressões são fatores que aceleram a necessidade de mudança e a procura por uma carreira melhor.

Se está numa destas situações e considera mudar de atividade profissional, descubra porque é que integrar a equipa de mediação de seguros da DECISÕES E SOLUÇÕES pode ser a solução ideal para si.

 

O que faz um mediador de seguros?

O mediador de seguros é uma pessoa, singular ou coletiva, que funciona como intermediário entre a seguradora e o consumidor na contratação de seguros. Facilita a vida dos seus clientes na pesquisa e escolha de soluções que sejam adequadas à sua realidade e necessidades.

Uma vez que a atividade de mediação de seguros é regulada por lei, para trabalhar como mediador de seguros, é indispensável ter uma autorização emitida pela Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF), o órgão responsável pela regulação e supervisão deste setor de atividade. Tal autorização foi atribuída à DECISÕES E SOLUÇÕES.

 

Sobre a DECISÕES E SOLUÇÕES, um grupo sólido e uma rede em crescimento

A DECISÕES E SOLUÇÕES é uma empresa portuguesa de grande prestígio e reconhecida credibilidade. Atua em 5 grandes áreas de negócio e oferece soluções 360°aos seus clientes: mediação imobiliária, mediação de obras, construção de imóveis, intermediação de crédito e mediação de seguros.

A DECISÕES E SOLUÇÕES trabalha com quase todas as seguradoras em Portugal e procura conseguir ótimas soluções do mercado para os seus clientes. Medeia todo o tipo de seguros, nomeadamente: seguros de vida, saúde, automóvel, acidentes pessoais, multirriscos habitação, acidentes de trabalho e muitos outros.

 

6 Motivos para abraçar a carreira de mediador de seguros na DECISÕES E SOLUÇÕES

Mais do que uma empresa, a DECISÕES E SOLUÇÕES é uma rede de negócios que garante a todos os seus colaboradores uma fonte de partilha, conhecimento e ajuda. É constituída por uma estrutura central multidisciplinar que presta apoio específico nas diferentes áreas.

2021 revelou-se um ano extremamente positivo para a DECISÕES E SOLUÇÕES no campo da mediação de seguros. Em comparação com o desafiante ano 2020, a faturação nesta área de negócio cresceu 25%.

Mas há ainda mais motivos para juntar-se à equipa de mediadores de seguros de excelência da DECISÕES E SOLUÇÕES.

 

1. Comissões atrativas

A DECISÕES E SOLUÇÕES é um dos maiores mediadores de seguros em Portugal e o elevado volume de negócios gerado permite negociar modelos de comissionamento mais atrativos junto das seguradoras. Por isso, as comissões acordadas são mais elevadas quando comparadas com mediadores de seguros de pequena e média dimensão.

 

2. Amplo leque de parcerias = mais oportunidades de negócio

A DECISÕES E SOLUÇÕES tem relações privilegiadas com quase todas as seguradoras a atuar em Portugal, o que garante ao mediador de seguros um vasto leque de opções para proporcionar soluções de negócio vantajosas aos seus clientes e garantir a sua fidelização.

Esta capacidade de personalização e os preços competitivos oferecidos pela DECISÕES E SOLUÇÕES possibilitam aos mediadores de seguros fechar mais negócios. Deste modo, os clientes conseguem poupar nos prémios dos seguros e os colaboradores recebem mais comissões e um maior retorno financeiro.

 

3. Formação contínua e apoio constante

A DECISÕES E SOLUÇÕES garante aos seus colaboradores formação inicial e contínua. Todo o programa formativo é gratuito e especializado em cada uma das áreas de negócio.

Além disso, todos os colaboradores têm ao seu dispor as melhores ferramentas tecnológicas para desempenharem as suas funções com elevada qualidade e eficácia.

 

4. Realização pessoal

Um mediador de seguros pode contribuir de forma decisiva para o bem-estar dos seus clientes ao encontrar a solução mais vantajosa para cada caso específico. E a realização de um negócio proveitoso para todas as partes envolvidas proporciona um sentimento de satisfação único.

 

5. Reconhecimento profissional

Não há fator mais motivante na carreira do que o reconhecimento do trabalho, esforço e dedicação que cada colaborador investe numa organização. A DECISÕES E SOLUÇÕES tem noção da importância deste fator e faz por reconhecer o mérito dos seus colaboradores.

 

Está a considerar construir carreira como mediador de seguros? A DECISÕES E SOLUÇÕES está pronta para recebê-lo e abrir-lhe as portas para uma nova etapa na sua vida. Preencha o formulário e garanta uma atividade rentável e com futuro!

 

QUERO JUNTAR-ME À EQUIPA DA DECISÕES E SOLUÇÕES

 

Decisões e Soluções – Intermediários de Crédito, Lda, registada no Banco de Portugal, como Intermediário de Crédito Vinculado, sob o n.º 926, verificável em www.bportugal.pt/intermediarios-credito é mediador inscrito na ASF, desde 29 Setembro 2009, com a categoria de Agente de Seguros, sob o n.º 409311648/3, com autorização para Ramos Vida e Não Vida, verificável em www.asf.com.pt. O mediador de seguros não assume a cobertura de riscos. Decisões e Soluções – Mediação Imobiliária, Lda, titular da Licença AMI n.º 9300 emitida pelo IMPIC, I.P.

Gestor de crédito: 5 Razões para aceitar o desafio

gestor de crédito

A função do gestor de crédito tem conquistado maior relevo na nossa sociedade. Por esse motivo, esta é uma opção de carreira cada vez mais procurada. Neste artigo, explicamos-lhe quais as razões que tornam esta atividade tão atrativa.

 

1.  Produto financeiro de elevada procura

Hoje, muitos passos da nossa vida estão dependentes de financiamento por parte dos bancos. Prova desse facto, são os números do Banco de Portugal relativamente ao crédito à habitação. De acordo com a autoridade máxima bancária, só em fevereiro de 2022, foram atribuídos 97.462,6 milhões de euros às famílias portuguesas para compra de casa. Este é, aliás, o valor mais elevado dos últimos seis anos.

Se quer conseguir um empréstimo para a sua casa junto destas entidades, o gestor de crédito é o profissional indicado para ajudá-lo. Por isso mesmo, este é um trabalho cuja procura não tem fim à vista, com garantias de haver sempre mercado disponível.

 

2. Gerir uma carteira de clientes diversificada

Outro dos motivos que leva muitos profissionais a ingressarem na carreira de gestor de crédito é a possibilidade de interação com vários tipos de cliente. Podem ser privados ou empresas, mas, com as suas particularidades, tornam a resolução de cada pedido muito estimulante.

 

3. Desafio constante para encontrar as melhores soluções de crédito

Uma das principais funções do gestor de crédito passa por encontrar as melhores soluções financeiras para cada cliente. Estas têm de estar de acordo com as necessidades de cada pessoa, o que muitas vezes pode revelar-se um desafio. Para garantir o maior volume de negócios possível, será necessária uma elevada capacidade de negociação com clientes e instituições bancárias.

 

4. Possibilidade de especialização em diferentes áreas

Existem duas áreas principais na intermediação de crédito: habitação e consumo. Nesse sentido, ao escolher a carreira de gestor de crédito, pode optar pela especialização numa delas. Ao conhecer melhor um determinado tipo de produto financeiro, vai conseguir ter um maior domínio sobre o tema. Desta forma, vai poder rentabilizar o seu tempo e concretizar mais contratos.

Além disso, em determinadas situações, pode até conseguir condições especiais junto de instituições financeiras, devido ao contacto permanente.

 

5. Vencimento acima da média

Ao começar a trabalhar como gestor de crédito, está a ingressar numa carreira que pode ter uma remuneração superior à média do mercado. Além de receber um rendimento base, aufere comissões de acordo com o seu desempenho. Ou seja, quantos mais contratos conseguir celebrar, mais recebe ao final do mês. O seu sucesso reverte-se em retorno financeiro, algo que não acontece em outras profissões.

 

6 Dicas para ser bem-sucedido como gestor de crédito

Queremos que seja o melhor profissional possível. Para isso, deixamos-lhe 6 características de um gestor de crédito de sucesso:

1. Rigor e boa organização para gerir uma carteira de clientes diversificada;

2. Capacidade para estabelecer prioridades, de acordo com a importância de processos e relevância de clientes;

3. Boa capacidade de comunicação e argumentação. Esta é uma profissão que exige uma boa dose de negociação;

4. Domínio profundo dos produtos financeiros que comercializa. Dessa forma, vai conseguir apresentar, efetivamente, as melhores propostas aos potenciais clientes;

5. Bons conhecimentos na área da banca ajudam a que seja um profissional mais competente, que compreende as especificidades do negócio;

6. Capacidade para decifrar os objetivos dos clientes e assim apresentar os produtos que melhor se adequam a cada caso.

 

Está na hora de procurar uma nova carreira?

Nos últimos tempos, não se tem sentido satisfeito nem realizado profissionalmente? Então talvez esta seja a sua oportunidade de mudar para uma carreira desafiante e de sucesso.

Na DECISÕES E SOLUÇÕES procuramos profissionais que queiram destacar-se na gestão de crédito. Se este é o seu caso, entre em contacto connosco através do formulário. Junte-se à nossa equipa de especialistas!

 

Saber mais

 

Decisões e Soluções – Intermediários de Crédito, Lda, registada no Banco de Portugal, como Intermediário de Crédito Vinculado, sob o n.º 926, verificável em www.bportugal.pt/intermediarios-credito é mediador inscrito na ASF, desde 29 Setembro 2009, com a categoria de Agente de Seguros, sob o n.º 409311648/3, com autorização para Ramos Vida e Não Vida, verificável em www.asf.com.pt. O mediador de seguros não assume a cobertura de riscos. Decisões e Soluções – Mediação Imobiliária, Lda, titular da Licença AMI n.º 9300 emitida pelo IMPIC, I.P.

6 Razões para criar um negócio próprio na DECISÕES E SOLUÇÕES

criar negócio próprio

Criar um negócio próprio é a ambição de todos os que têm um espírito empreendedor. Mas, nem sempre é fácil dar o primeiro passo. Sabemos bem que, ao mesmo tempo que se deseja avançar para a independência, existe sempre o receio de falhar.

Já pensou que, na hora de avançar, pode ser uma boa escolha aliar-se a um parceiro que lhe dê mais segurança? Ter uma base a partir da qual vai desenvolver o seu trabalho, é possível que seja o impulso que precisa para começar um novo capítulo da sua vida. Por isso, entrar para uma rede já estabelecida no mercado, revela-se, em muitos casos, a opção mais correta.

Queremos que crie o seu negócio próprio com toda a confiança. Por isso, mostramos-lhe as vantagens de entrar na rede DECISÕES E SOLUÇÕES.

 

1. A força da marca

Entrar no mercado com uma marca forte é uma vantagem na hora de criar um negócio próprio. Prestígio, reconhecimento e credibilidade são elementos importantes que influenciam a tomada de decisão dos clientes.

Este é o caso da DECISÕES E SOLUÇÕES, uma empresa que é líder de mercado no seu segmento de negócio, com uma crescente presença nos mais importantes meios de comunicação nacionais. As suas ações de marketing, feitas de norte a sul do país, têm reforçado a sua imagem de confiança e profissionalismo.

 

2. Modelo de negócio pronto a aplicar

Quem opta por fazer parte de uma rede já estabelecida, vai trabalhar tendo por base um modelo de negócio já testado. No caso da DECISÕES E SOLUÇÕES, já sabe, à partida, que a taxa de sucesso é elevada. Ao criar um negócio próprio dentro desta rede, tem a possibilidade de atuar em 5 áreas:

Mediação Imobiliária;

Mediação de Obras;

Mediação de Construção de Imóveis;

Intermediação de Crédito;

Mediação de Seguros.

Esta variedade de serviços, permite-lhe oferecer soluções 360 aos seus clientes, dando-lhes as respostas que precisam em áreas tão complementares. Além disso, vai estar a trabalhar num mercado altamente rentável.

 

3. Formação contínua

Habitualmente, as redes que permitem criar um negócio próprio prestam uma forte componente de formação. Esta é uma etapa importante que garante que toda a marca se rege pelos mesmos valores e métodos de trabalho.

A DECISÕES E SOLUÇÕES tem o permanente objetivo de crescer e conquistar a confiança de cada vez mais clientes. É por isso que a formação dos seus parceiros é um dos seus pilares de atuação. Quem entra nesta rede tem acesso a formação:

Especializada, em cada uma das áreas de atuação do grupo;
Permanente;
Gratuita.

 

4. Acompanhamento constante

Por vezes, criar um negócio próprio pode revelar-se mais desafiante do que inicialmente se imaginou. Por isso, é importante estar integrado numa rede que está lá para si, sempre que precisa.

No caso da DECISÕES E SOLUÇÕES, os profissionais estão em permanente contacto com núcleos nacionais e regionais. Estas coordenações têm, como principal função, apoiar e acompanhar a atividade de todos os membros da rede.

Para além disso, a empresa conta com departamentos especializados que ajudam as lojas nas mais diferentes áreas, como:

– Formação;
– Comunicação e Marketing;
– Informática;
– Jurídica;
– Financeira;
– Administrativa e de Gestão de Material.

 

5. Aceda à tecnologia que precisa

Incorporar soluções tecnológicas é um dos grandes custos que, quem pretende criar um negócio próprio, tem pela frente. Ao entrar no mercado, apoiado por uma rede como a DECISÕES E SOLUÇÕES, estas questões são mais simples.

Às suas equipas, a empresa disponibiliza um CRM, desenvolvido à medida, bem como um programa de gestão exclusivo. Além disso, modernas ferramentas tecnológicas estão acessíveis para que todos os colaboradores possam atingir os melhores resultados.

 

6. Carteira de parcerias já estabelecida

Na hora de criar um negócio próprio, outra das vantagens que encontra numa rede, é poder tirar partido de parcerias existentes. Estas são valiosas para a nova loja, mas também para a própria rede. Utilizá-las oferece, à partida, melhores condições para que todos atinjam o sucesso.

Hoje em dia, a DECISÕES E SOLUÇÕES conta com diversos protocolos estabelecidos. Além disso, tem uma relação privilegiada com:

✓ Instituições bancárias;
✓ Financeiras;
✓ Seguradoras nacionais;
✓ Empresas de construção e obras.

 

Vantagens de criar um negócio próprio

Já abordámos as vantagens de criar um negócio próprio em rede. Mas, em termos pessoais, o que pode conquistar ao tomar um passo tão importante? Ficam aqui os benefícios mais apreciados por quem decide investir num renovado futuro profissional:

– A estratégia de negócio e o sucesso do projeto dependem de si;
– Mais realização e reconhecimento profissional;
– Possibilidade de criar a sua própria equipa, com pessoas de que gosta e em quem confia;
– Maior capacidade de gestão de tempo;
– Abertura para trabalhar quando e onde quiser;
Rendimento acima da média, apesar de poder haver alguma maior incerteza na fase inicial.

 

Está a considerar criar o seu próprio negócio? Acredita que a DECISÕES E SOLUÇÕES pode ser o parceiro ideal para si? Então, fale connosco. Juntos vamos conseguir chegar mais longe.

 

FALAR COM A DECISÕES E SOLUÇÕES

 

Decisões e Soluções – Intermediários de Crédito, Lda, registada no Banco de Portugal, como Intermediário de Crédito Vinculado, sob o n.º 926, verificável em www.bportugal.pt/intermediarios-credito é mediador inscrito na ASF, desde 29 Setembro 2009, com a categoria de Agente de Seguros, sob o n.º 409311648/3, com autorização para Ramos Vida e Não Vida, verificável em www.asf.com.pt. O mediador de seguros não assume a cobertura de riscos. Decisões e Soluções – Mediação Imobiliária, Lda, titular da Licença AMI n.º 9300 emitida pelo IMPIC, I.P.

DECISÕES E SOLUÇÕES cresce 40% em 2021

DECISÕES E SOLUÇÕES

Após meses de grandes desafios para todos, 2021 revelou-se um ano de triunfos para o grupo DECISÕES E SOLUÇÕES. A nossa equipa demonstrou uma forte resiliência e soube adaptar-se à conjuntura globalmente desfavorável. Com tudo isso, conseguimos terminar o ano a crescer 40% em comparação com 2020.

 

Intermediação de crédito e mediação imobiliária em alta

Nas palavras de Guida Sousa, Diretora Coordenadora Nacional da DECISÕES E SOLUÇÕES, o grupo “está de parabéns por alcançar em 2021 o melhor resultado de sempre”. No entanto, houve duas áreas que se destacaram:

  • Intermediação de crédito;
  • Mediação imobiliária.

Na área da intermediação de crédito, a empresa terminou o ano de 2021 a faturar mais 70% face ao período homólogo. No que diz respeito ao crédito à habitação, o valor médio de operação fixou-se nos 125.700€. Já no crédito pessoal a média foi de 21.050€.

No que toca à mediação imobiliária também foi registado um crescimento significativo, dado que, em termos globais, o volume de negócios aumentou 30% em comparação com o ano anterior. É de destacar que a média de transação de imóveis se fixou nos 140.350€ e o valor médio de arrendamento nos 700€. Na mediação de obras e construção de imóveis, os valores médios de cada casa e obras adjudicadas fixaram-se nos 136.100€ e 24.200€, respetivamente.

 

Mediação de seguros cresceu 25% na DECISÕES E SOLUÇÕES

O ano de 2021 também se revelou extremamente positivo para a DECISÕES E SOLUÇÕES no campo da mediação de seguros. Em comparação com os resultados do ano anterior, a faturação nesta área de negócio cresceu 25%, graças à emissão de 11.000 novas apólices. Este número representa um acréscimo de 23% face a 2020.

Mas, foi no ramo da saúde que se verificou um crescimento exponencial: mais 76% do que no ano anterior. Isto demonstra uma maior preocupação das famílias e das empresas na procura por este tipo de seguro.

Os seguros de vida também estiveram em evidência, com a emissão de mais de 5.000 novas apólices. Este valor representa um aumento de 46%.

De acordo com Luís Tavares, Diretor Coordenador Nacional da área de seguros, é com satisfação que o grupo assiste a este crescimento. Além disso, permite à DECISÕES E SOLUÇÕES encontrar soluções adaptadas às necessidades de diferentes clientes.

 

Reforço da rede com a abertura de 22 novas lojas

Com o objetivo de chegar a um maior número de portugueses, a DECISÕES E SOLUÇÕES está a reforçar a sua rede. Facto que se comprova com a abertura de 22 novas lojas em 2021. Um esforço louvável, que foi possível graças ao “envolvimento de todos os colaboradores e parceiros da rede DECISÕES E SOLUÇÕES”, realça Guida Sousa.

 

Quer fazer parte da rede DECISÕES E SOLUÇÕES?

Na DECISÕES E SOLUÇÕES prestamos um serviço de aconselhamento personalizado e independente. Oferecemos aos nossos clientes, particulares e empresas, soluções 360º ao nível da compra, venda e arrendamento de imóveis. Ainda disponibilizamos serviços ao nível da:

Apoiados nas palavras de Guida Sousa, afirmamos que “2022 deve trazer ao grupo DECISÕES E SOLUÇÕES novas conquistas”. Mantemos a perspetiva de solidificar o crescimento verificado em todas as áreas da rede e queremos continuar a aumentar a nossa presença em todo o território nacional.

 

Já superámos as 100 lojas e temos mais de 1200 colaboradores a nível nacional, mas queremos continuar a crescer! Gostava de fazer parte desta rede e caminhar connosco rumo ao sucesso? Então, chegou a sua hora. Junte-se à maior rede de consultoria imobiliária em Portugal!

QUERO FAZER PARTE DA DECISÕES E SOLUÇÕES

 

Decisões e Soluções – Intermediários de Crédito, Lda, registada no Banco de Portugal, como Intermediário de Crédito Vinculado, sob o n.º 926, verificável em www.bportugal.pt/intermediarios-credito é mediador inscrito na ASF, desde 29 Setembro 2009, com a categoria de Agente de Seguros, sob o n.º 409311648/3, com autorização para Ramos Vida e Não Vida, verificável em www.asf.com.pt. O mediador de seguros não assume a cobertura de riscos. Decisões e Soluções – Mediação Imobiliária, Lda, titular da Licença AMI n.º 9300 emitida pelo IMPIC, I.P.

5 Etapas para construir uma casa à sua medida

construir casa

Já todos sonharam, certamente, com o dia em que vão poder construir casa. No entanto, nem toda a gente conhece as etapas que envolvem este processo. Neste artigo, vamos falar-lhe das principais fases de um processo de construção e dar-lhe alguns conselhos para que construa uma casa sustentável e atrativa para o mercado imobiliário.

 

1. Encontrar um terreno para construir casa

Há algo que é essencial para poder construir casa: precisa de ter um terreno. Escolha uma região onde gostaria de viver e comece à procura. O ideal é recorrer a serviços de consultoria imobiliária para encontrar as melhores oportunidades, aos melhores preços.

 

2. Solicitar Pedido de Informação Prévia

De seguida, dirija-se à câmara municipal da localidade onde se encontra situado o terreno para solicitar o Pedido de Informação Prévia (PIP). Ao fazê-lo vai estar a informar a autarquia que pretende avançar com a construção de um imóvel para habitação.

Por sua vez, o município vai conceder-lhe um documento oficial onde vai indicar se o terreno pode ser usado para a construção em causa. Além disso, vai também obter a informação necessária relativamente a condicionamentos legais ou regulamentares.

 

3. Pedir projeto de arquitetura

No processo de construir casa, a próxima etapa é desenhar e conceber a estrutura do imóvel. Para isso, será necessário fazer o levantamento topográfico e avançar com o projeto de arquitetura.

Vai precisar também de entregar mais alguns documentos específicos referentes aos projetos de:

• Esgotos:
• Água;
• Gás;
Comunicações;

Com a aprovação de todos estes projetos, ser-lhe-á então emitido o alvará de construção. Este documento atesta que a habitação projetada respeita toda a legislação e regulamentação em vigor.

 

4. Orçamentar a obra

O orçamento é um passo essencial no processo de construir casa. É a partir do momento que define o valor que está disposto a investir no seu imóvel que pode começar a planear. Ter um orçamento é fundamental para definir um teto máximo, de forma a evitar derrapagens. Por isso, não se esqueça também de elaborar vários cenários seguindo os seguintes passos:

• Identifique as divisões que gostaria de ter na sua casa, áreas exteriores e elementos dos quais não está disposto a abdicar.

• Crie um orçamento base em que considera todos os custos com honorários, projetos, impostos, materiais e outros custos fixos associados.

• Crie com o gabinete de arquitetura um esboço da planta da sua casa. Desta forma vai ter uma base para começar a orçamentar, mesmo que haja alterações até ao final. Além disso, a experiência de profissionais vai ser certamente útil, para calcular custos.

• Caso seja necessário, faça o pedido de financiamento de acordo com o orçamento definido. Tome esta decisão em consciência e à medida das suas reais possibilidades.

5. Chegou a hora de construir

Agora que está na hora de edificar a sua casa de sonho, rodeie-se dos melhores profissionais. Além do arquiteto, tenha um bom engenheiro civil a acompanhar a obra, bem como um empreiteiro profissional. Desta forma está a garantir construção de qualidade, cumprimento de prazos e respeito pelo orçamento.

Além disso, trabalhar com profissionais de confiança e com experiência também garante uma melhor preparação para as fiscalizações.

Conselhos de ouro para quem tenciona construir casa

Sabemos que a construção de casa é sempre um processo longo e delicado. Por isso, preparámos para si alguns conselhos essenciais para um trajeto sem sobressaltos.

• Estabeleça os seus limites: Antes de começar a construir casa tem de saber qual o seu orçamento. Qual o valor que está disposto a gastar para edificar a casa dos seus sonhos?

• Conte com derrapagens orçamentais: Em qualquer obra, o mais certo é que haja custos acima do que estava inicialmente estipulado. Há muitos pormenores impossíveis de prever, principalmente quando se fala de acabamentos. Por isso, faça sempre as contas por cima.

• A escolha do empreiteiro vale ouro: Contrate alguém de confiança e sobre quem tenha boas referências, mesmo que tenha de esperar mais para iniciar a construção. É preferível fazê-lo do que entregar a sua casa nas mãos de um completo desconhecido.

• Encare a construção como um investimento: Tenha sempre em mente a possibilidade de valorização do imóvel. Faça escolhas prudentes, que não sejam apenas influenciadas por modas. Mesmo que esteja a pensar viver para sempre na sua nova casa, nunca se sabe o dia de amanhã. Pode sempre surgir uma oportunidade de negócio irrecusável.

• Aposte na sustentabilidade: Hoje em dia não faz sentido construir casa sem pensar na maximização da eficiência energética. Exija ao arquiteto uma planificação do posicionamento das janelas de forma a terem mais exposição solar. Além disso, aposte em isolamento e equipamentos de baixo consumo. Considere também a inclusão de painéis solares ou sistemas de reaproveitamento da água da chuva.

Conte com a acompanhamento da DECISÕES E SOLUÇÕES

Precisa de apoio para todo o processo de construção de casa? Na DECISÕES E SOLUÇÕES tem ao seu dispor um serviço de aconselhamento diferenciado.

Construir uma casa com a ajuda de profissionais é mais fácil e tem garantia de melhor preço. Para que saia sempre satisfeito, a DECISÕES E SOLUÇÕES tem soluções que vão das mais tradicionais às tecnologicamente mais avançadas. Entre em contacto e comece já a construir a sua casa de sonho.

Quero construir a minha casa de sonho

 

Decisões e Soluções – Intermediários de Crédito, Lda, registada no Banco de Portugal, como Intermediário de Crédito Vinculado, sob o n.º 926, verificável em www.bportugal.pt/intermediarios-credito é mediador inscrito na ASF, desde 29 Setembro 2009, com a categoria de Agente de Seguros, sob o n.º 409311648/3, com autorização para Ramos Vida e Não Vida, verificável em www.asf.com.pt. O mediador de seguros não assume a cobertura de riscos. Decisões e Soluções – Mediação Imobiliária, Lda, titular da Licença AMI n.º 9300 emitida pelo IMPIC, I.P.

Seguros de vida e multirriscos: Proteja a sua habitação

seguro de vida

Se vai comprar casa e precisa de pedir um empréstimo, prepare-se, porque também vai ter que fazer um seguro de vida, associado ao crédito à habitação, e um seguro multirriscos. Estes dois produtos são condições essenciais exigidas pelos bancos para poderem conceder o crédito.

Saiba mais sobre estes dois seguros e perceba como a DECISÕES E SOLUÇÕES pode ajudá-lo a encontrar a melhor opção.

 

Seguro de vida: Salvaguarde a segurança da sua família

Apesar de não ser obrigatório por lei, hoje em dia, praticamente todos os bancos exigem a contratualização de um seguro de vida associado ao crédito à habitação. Esta é uma forma de as instituições bancárias se protegerem e assegurarem a liquidação do crédito, em caso de invalidez ou morte do titular. Além disso, também a família do segurado fica protegida pela garantia de pagamento, total ou parcial, do capital em dívida.

O seguro de vida do crédito à habitação tem três coberturas:

Morte;
Invalidez Total e Permanente (ITP);
Invalidez Absoluta e Definitiva (IAD).

Com o seguro de vida associado ao crédito à habitação, o segurado garante à instituição bancária o valor do capital em dívida em caso de morte e uma, entre as duas acima descritas, por invalidez. Geralmente a mais recomendada é a ITP, por ser um tipo de cobertura mais abrangente. No entanto, é sempre importante que procure informar-se sobre todas as condições necessárias que permitem o acionamento do seguro.

Assim, é fundamental que, no ato da contratação de um seguro de vida, preste o máximo de atenção de forma a garantir que a cobertura escolhida tem em conta o tipo de riscos aos quais está mais sujeito. Por exemplo, prevenir pode ser a melhor opção para a sua família, caso desempenhe atividades com elevado grau de risco.

 

Seguro multirriscos: Proteja o seu imóvel

Muitas pessoas pensam que o seguro multirriscos habitação é legalmente obrigatório. No entanto, apenas uma parte muito específica, que as seguradoras e bancos incluem neste tipo de produto, o é. Trata-se do seguro de Incêndio e Elementos da Natureza.

O seguro multirriscos é um produto com várias coberturas, que garante a proteção do seu imóvel perante vários fatores, tais como:

Inundações;
Assaltos;
Problemas elétricos;
Aluimentos;
Intempéries;
Outros fenómenos naturais, entre outros.

É possível contratar mais coberturas, para além das incluídas na solução oferecida pela sua seguradora. No entanto, tenha em atenção que ao acrescentar proteção ao seu seguro multirriscos base vai aumentar o valor da sua prestação.

Na contratação de um seguro multirriscos é importante que além da estrutura do seu imóvel, não se esqueça de cobrir também o recheio do mesmo. Desta forma, vai estar a proteger todo o investimento que fez na sua casa.

 

Escolha o melhor seguro com a ajuda da DECISÕES E SOLUÇÕES

Com mais de 10 anos de experiência na mediação de seguros, na DECISÕES E SOLUÇÕES vamos ajudá-lo a fazer a escolha mais acertada dos seguros de vida e multirriscos. Saia de chave na mão e com a melhor proteção para a sua família. Entre em contacto connosco, informe-se e esclareça todas as suas dúvidas.

Quero saber mais

 

Decisões e Soluções – Intermediários de Crédito, Lda, registada no Banco de Portugal, como Intermediário de Crédito Vinculado, sob o n.º 926, verificável em www.bportugal.pt/intermediarios-credito é mediador inscrito na ASF, desde 29 Setembro 2009, com a categoria de Agente de Seguros, sob o n.º 409311648/3, com autorização para Ramos Vida e Não Vida, verificável em www.asf.com.pt. O mediador de seguros não assume a cobertura de riscos. Decisões e Soluções – Mediação Imobiliária, Lda, titular da Licença AMI n.º 9300 emitida pelo IMPIC, I.P.

Crédito à habitação: Conheça os termos mais comuns!

crédito à habitação

Na hora de pedir um crédito à habitação podem surgir várias dúvidas, principalmente quando estamos a falar de termos mais técnicos. A generalidade dos portugueses tem dificuldade em saber exatamente o que significam, algo que pode gerar dúvidas ao longo do processo.

Na DECISÕES E SOLUÇÕES podemos ajudá-lo no pedido de crédito para comprar casa. Este processo é acompanhado pela nossa equipa de profissionais. No entanto, também queremos que seja um consumidor mais informado e preparado. Nesse sentido, decidimos criar um dicionário com alguns termos-chave.

1. Spread

De uma forma bastante simples, podemos dizer que o spread é o lucro que o banco vai obter no momento da concessão do crédito à habitação. Ou seja, como refere o Banco de Portugal, é uma das componentes da taxa de juro.

Existem vários indicadores que pesam na definição do spread por parte das entidades bancárias. São eles:

  • Perfil de quem pede crédito e nível de risco de incumprimento bancário;
  • Valor do empréstimo;
  • Rácio LTV(explicaremos mais adiante);
  • Contratação de serviços adicionais: Muitos bancos aproveitam os pedidos de crédito à habitação para venderem outros serviços, de forma a poderem baixar o spread. Por exemplo, seguros, cartões de crédito ou depósitos a prazo.

2. Indexante

Se já pediu um crédito, está familiarizado com o termo Euribor. Forma abreviada de European Interbank Offered Rate, a Euribor não é mais do que um valor de referência das taxas de juro a nível europeu. O valor é obtido através da média das taxas em vários bancos da zona euro, num determinado prazo:

  • 1 semana;
  • 1 mês;
  • 3 meses;
  • 6 meses;
  • 12 meses.

A taxa vai impactar e provocar alterações apenas na prestação daqueles consumidores que optem por um crédito com taxa variável. Em Portugal, a taxa Euribor mais frequente para o crédito à habitação é de 6 meses.

3. Taxa Anual Nominal (TAN)

A TAN é a taxa que calcula os juros do crédito. Reflete o preço pelo qual as entidades financeiras emprestam dinheiro aos seus clientes, sem incluir impostos ou quaisquer outros encargos.

4. Taxa Anual Efetiva Global (TAEG)

A TAEG provém da percentagem de todos os custos da operação sobre o capital financiado. Estão incluídos valores de juros e despesas de cobrança de reembolsos, assim como outros encargos obrigatórios a suportar como comissões, impostos e seguros.

5. MTIC

A sigla MTIC refere-se ao Montante Total Imputado ao Consumidor. Ou seja, são os gastos associados ao pedido de crédito à habitação. Contempla:

  • Valor total do empréstimo;
  • Juros;
  • Comissões;
  • Impostos;
  • Outros custos associados.

Este valor pode ser importante na hora de fazer um comparativo entre as diferentes propostas das entidades bancárias para o seu crédito à habitação. Através dele, sabe exatamente quanto é que vai pagar no reembolso do seu crédito. Todavia, este valor pressupõe que não existe qualquer alteração nas condições do empréstimo durante todo o seu prazo de amortização, o que, por exemplo, quando estamos a utilizar a modalidade de taxa de juro variável, não acontece, uma vez que vamos ter revisões do indexante utilizado no final de cada período da sua vigência.

Por outro lado, o MTIC indicado na ficha de informação normalizada europeia (FINE) reporta-se à aplicação da taxa de juro base e não à aplicação da taxa de juro contratada que, em princípio, será aquela que o mutuário irá efetivamente suportar. Também devemos referir que o MTIC indicado na FINE pressupõe que o cliente vai contratar os seguros de vida e imóvel no próprio banco, o que pode não acontecer, sem penalização das condições de taxa de juro.

6. Taxa de Esforço/DSTI (Debt Service to Income)

A Taxa de Esforço/DSTI e o Loan-To-Value (LTV) são as duas variáveis que mais contribuem para a aprovação ou recusa de um crédito à habitação.

A muito falada Taxa de Esforço não é mais do que a medida da capacidade de endividamento dos clientes para assumirem o serviço de dívida de um empréstimo de crédito à habitação. É expressa em percentagem e resulta do rácio entre todas as responsabilidades assumidas e/ou a assumir pelo cliente bancário e o seu rendimento mensal líquido.

Numa perspetiva de precaver eventuais subidas de taxa de juro, numa conjuntura em que o indexante utilizado nestas operações de crédito – Euribor – assume valores particularmente baixos, negativos desde finais de 2015, quando é utilizado o regime de taxa de juro variável, o Banco de Portugal recomenda que as instituições bancárias calculem o impacto de mais 1% (prazos até 5 anos), 2% (entre 5 e 10 anos) ou 3% (prazos superiores a 10 anos) nas prestações que os clientes irão assumir.

Recomenda o Banco de Portugal que, após calculado o impacto atrás referido, o rácio entre as responsabilidades do cliente e o seu rendimento líquido seja até 50%.

7. Rácio LTV (Loan-To-Value)

É expresso em percentagem e resulta do rácio entre o valor financiado para o seu crédito à habitação e o valor do imóvel dado em garantia. Este montante não poderá exceder o menor de dois valores:

  • Aquisição;
  • Escritura.
  • LTV’s máximos:
    • Novos créditos à habitação destinados à aquisição ou construção de habitação própria permanente: 90%.
    • Novos créditos à habitação, créditos com garantia hipotecáriaou equivalente destinados a outras finalidades: 80%.
    • Novos créditos à habitação, créditos com garantia hipotecária equivalente para aquisição de imóveis detidos pelas próprias instituições de crédito ou contratos de locação financeira imobiliária: 100%.

8. Taxa variável

Resulta da adição do indexante Euribor com o spread. O spread manter-se-á inalterado ao longo do empréstimo do seu crédito à habitação, desde que cumpridas todas as condições contratuais iniciais. Contudo, o indexante será revisto de acordo com a sua periodicidade, normalmente 3, 6 ou 12 meses, podendo resultar num aumento ou diminuição da taxa de juro a aplicar e, consequentemente, da prestação.

9. Taxa Fixa

Esta modalidade de taxa de juro manter-se-á inalterada durante o período de taxa fixa contratada, que poderá ser a totalidade do prazo do empréstimo do seu crédito à habitação. Neste momento, já é possível contratar o regime de taxa de juro fixa durante toda a duração do empréstimo (máximo 40 anos).

A taxa de juro fixa, tal como a indexada, é formada por uma taxa de referência definida pelo banco em função da taxa a que se consegue financiar no mercado para o período de fixação da taxa pretendido, a que acresce, como na taxa variável, o spread, de acordo com o risco avaliado para o cliente e a operação de crédito.

10. Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (IMT)

É pago ao Estado o imposto relativo à transmissão do imóvel, o qual é calculado sobre o maior de dois valores: o valor de aquisição ou o valor patrimonial tributário.

O seu montante varia de acordo com a finalidade e tipologia do imóvel. Quando se trata de habitação própria permanente poderá ser isento até determinado valor.

Na DECISÕES E SOLUÇÕES, ajudamo-lo a perceber se se enquadra nestas exceções.

11.  Imposto de Selo

Quando o seu crédito à habitação ficar disponível, vai ter que pagar o Imposto de Selo sobre:

  • Aquisição: 8% sobre o valor da aquisição ou sobre o valor patrimonial tributário (o maior dos dois valores);
  • O montante do crédito:
    • 0,5% se o prazo for até 5 anos;
    • 0,6% se o prazo for superior a 5 anos.

12. Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI)

Este imposto é definido pelas autarquias e incide sobre o valor patrimonial tributário do imóvel. É pago anualmente e calculado a 31 de dezembro. Dependendo do tipo de imóvel, é aplicada uma taxa distinta. Assim:

  • Em prédios urbanos é aplicada uma taxa entre 0,3% a 0,45%;
  • Em prédios rurais é aplicada a taxa de 0,8%.

Famílias com um rendimento bruto anual até 15.295€, cujo valor patrimonial tributário (VPT) do conjunto de prédios que possuam não ultrapasse os 66.500€, estão isentas do pagamento do IMI. Enquanto se mantiverem estas condições, a isenção é permanente e atribuída de forma automática pelas Finanças. Quem compra um imóvel para habitação própria permanente também pode beneficiar de isenção de IMI nos três primeiros anos. No entanto, a casa (apartamento ou moradia) tem de ter um valor patrimonial tributário igual ou inferior a 125.000€ e o rendimento coletável anual da família não deve ser superior a 153.300€.

Peça o seu crédito à habitação com a ajuda da DECISÕES E SOLUÇÕES

Para podermos ajudá-lo a encontrar a melhor solução de crédito à habitação, pode visitar uma das lojas da nossa rede. Temos mais de 100 lojas espalhadas pelo país e mais de 350.000 clientes. Visite a loja mais próxima ou entre em contacto connosco.

Quero saber mais

 

Decisões e Soluções – Intermediários de Crédito, Lda, registada no Banco de Portugal, como Intermediário de Crédito Vinculado, sob o n.º 926, verificável em www.bportugal.pt/intermediarios-credito é mediador inscrito na ASF, desde 29 Setembro 2009, com a categoria de Agente de Seguros, sob o n.º 409311648/3, com autorização para Ramos Vida e Não Vida, verificável em www.asf.com.pt. O mediador de seguros não assume a cobertura de riscos. Decisões e Soluções – Mediação Imobiliária, Lda, titular da Licença AMI n.º 9300 emitida pelo IMPIC, I.P.

Consultoria imobiliária: 8 Razões para trabalhar neste setor

consultoria imobiliária

A consultoria imobiliária é uma alternativa profissional ponderada por muitas pessoas que procuram um novo desafio. Pela dinâmica que o mercado imobiliário tem, a consultoria é um setor muito atrativo para quem pretende mudar de área de trabalho.

O negócio de imóveis traz, diariamente, novos desafios aos seus profissionais. Para quem entra na consultoria imobiliária, este é um fator fundamental que mantém os profissionais motivados. Por outro lado, dá ao consultor a perspetiva de que o seu investimento na carreira vai trazer progressão e, consequentemente, melhores contrapartidas.

 

8 Motivos para construir uma carreira de sucesso na consultoria imobiliária

Muitos são os motivos que levam as pessoas a optarem por outros percursos profissionais. Descontentamento, baixos rendimentos, fracas perspetivas de progressão de carreira ou estagnação a nível de competências são alguns dos exemplos mais flagrantes.

Dado o crescimento nos últimos anos do mercado de imóveis e do investimento, a carreira de consultor imobiliário é bastante atrativa. As mais-valias que traz aos seus profissionais a nível da progressão e conhecimento têm atraído muitas pessoas que pretendem desafios verdadeiramente recompensadores.

Fique a conhecer 8 razões que tornam a consultoria imobiliária tão atrativa para uma carreira de sucesso.

1. Garante a devida recompensa pelo trabalho realizado

Não há nada mais motivador do que ser-se recompensado pelo investimento e pela dedicação que se dá a algo. Há muitas atividades onde os profissionais dão o seu melhor, mas o reconhecimento e as recompensas ficam aquém do perspetivado. Na consultoria imobiliária a retribuição é equivalente ao investimento que o consultor faz na sua carreira.

2. Oferece perspetivas de progressão na carreira

A consultoria imobiliária vive muito da ambição dos seus colaboradores. É natural que, com o tempo e o aumento da experiência, o consultor perspetive outras responsabilidades, como por exemplo a função de diretor comercial. A progressão na carreira é uma possibilidade em aberto no ramo imobiliário!

3. Aposta na formação contínua dos seus profissionais

As empresas dentro do mercado de imóveis apostam fortemente na formação inicial e contínua dos seus consultores. Este aspeto é muito importante quer para a integração dos novos profissionais, quer para o desenvolvimento de novos conhecimentos e adaptação constante a um mercado altamente dinâmico.

4. Permite o desenvolvimento de diferentes competências

Ainda no sentido do ponto anterior, o desenvolvimento de novas competências é por si só uma razão motivadora para os profissionais. Além disso, a consultoria imobiliária implica que os consultores desenvolvam conhecimentos em diferentes áreas, nomeadamente nos setores jurídico, financeiro, construção, entre outros.

5. Beneficia com equipas multidisciplinares   

Um dos aspetos centrais do sucesso da consultoria imobiliária é o desenvolvimento de equipas dinâmicas e multidisciplinares. A união entre pessoas com diferentes áreas de conhecimento é fundamental para o sucesso e para a capacidade de adaptação da equipa.

6. Possibilita a definição de metas individuais

A consultoria imobiliária permite ao consultor estabelecer as suas próprias metas. Desse modo, é possível definir os objetivos, financeiros e de carreira, mediante a sua disponibilidade, perspetivas de futuro, experiência e conhecimento do mercado.

7. Permite entrar num mercado em expansão e com investimento

O mercado imobiliário mantém uma dinâmica que tende a crescer num futuro próximo. A construção nova está a crescer, perspetivando-se um número de transações significativas. Por outro lado, há um forte investimento nacional e estrangeiro neste setor em Portugal.

8. Dá a possibilidade de criar um negócio próprio na área

Uma das características do setor da consultoria imobiliária é permitir aos seus profissionais criar um projeto pessoal dentro do ramo. Grande parte das empresas de mediação imobiliária garante a estes empreendedores o apoio em todo o processo de abertura e sustentabilidade do negócio.

 

Quer desenvolver uma carreira de sucesso na consultoria imobiliária? Saiba que a DECISÕES E SOLUÇÕES é líder de mercado neste segmento! Preencha o formulário e venha integrar a nossa equipa como consultor ou até criar o seu próprio negócio.

Quero ter sucesso na consultoria imobiliária

 

Decisões e Soluções – Intermediários de Crédito, Lda, registada no Banco de Portugal, como Intermediário de Crédito Vinculado, sob o n.º 926, verificável em www.bportugal.pt/intermediarios-credito é mediador inscrito na ASF, desde 29 Setembro 2009, com a categoria de Agente de Seguros, sob o n.º 409311648/3, com autorização para Ramos Vida e Não Vida, verificável em www.asf.com.pt. O mediador de seguros não assume a cobertura de riscos. Decisões e Soluções – Mediação Imobiliária, Lda, titular da Licença AMI n.º 9300 emitida pelo IMPIC, I.P.

Avaliação de imóveis: Como saber quanto vale a minha casa?

avaliação de imóveis

A avaliação de imóveis é uma matéria complexa. Há muitas variáveis que determinam o valor de uma habitação. Para quem quer vender casa e não tem muito conhecimento sobre o mercado imobiliário, é uma tarefa que deve entregar a um profissional do ramo.

Na DECISÕES E SOLUÇÕES, encontra o parceiro ideal para este processo. Com know-how nos diferentes ramos do mercado imobiliário, oferece soluções 360° aos seus clientes. De Norte a Sul do país, dispõe de uma equipa de consultores imobiliários preparados para lhe dar o melhor serviço de consultoria.

Se pretende saber quanto vale a sua casa, saiba que a DECISÕES E SOLUÇÕES tem um serviço de avaliação de imóveis com que pode contar. Levando em consideração todas as variáveis essenciais, obtém o valor real da sua habitação de forma a vendê-la rapidamente e por um valor justo.

 

9 Fatores a considerar na avaliação de um imóvel

 

Como já foi referido, a avaliação de imóveis passa por combinar um conjunto de fatores que se interrelacionam. A realidade micro e macroeconómica, por exemplo, influenciam o valor de uma habitação com características idênticas, mas em locais diferentes.

Dessa forma, o conhecimento do mercado e a experiência que a rede DECISÕES E SOLUÇÕES tem no setor imobiliário permitem aferir com maior exatidão o preço de um imóvel.

Fique a conhecer alguns dos critérios que os consultores imobiliários usam para determinar o preço da sua casa.

 

 

1. Localização do imóvel

A localização tem uma forte influência na avaliação de um imóvel. É natural que o preço por m2 seja maior nos grandes centros populacionais, nomeadamente nas zonas onde há mais oferta de emprego, uma grande parte dos serviços e maior procura.

 

2. Rede de transportes e acessos

As acessibilidades e os transportes influenciam o preço de uma casa. Ao avaliar um imóvel, este aspeto é sempre tido em consideração. Por isso, se existir uma boa rede de vias de comunicação nas proximidades, tal valoriza a sua casa.

 

3. Oferta de serviços

A proximidade de serviços como escolas, repartições públicas, comércio, entre outros, influencia a valorização de um imóvel. É natural que as pessoas procurem um maior conforto e isso vai também depender da oferta de serviços nas proximidades.

 

4. Vizinhança

O meio envolvente é um fator a considerar. Na hora de comprar casa, as pessoas gostam de saber como é a vizinhança. Fatores como o ruído ou até mesmo a segurança influenciam de modo determinante a avaliação dos imóveis.

 

5. Construção do imóvel

O tipo e o ano de construção de um imóvel determinam o preço do mesmo. Estes aspetos estabelecem o prazo e os custos de manutenção do mesmo. Dessa forma, a necessidade de investimento em obras por parte do comprador vai resultar numa avaliação do imóvel mais baixa.

 

6. Área e número de assoalhadas

O preço por m2 de uma casa tende a descer quanto mais assoalhadas e área tiver. Quando consultar preços de habitações numa mesma zona, vai verificar que uma casa mais pequena tem um valor por m2 mais elevado do que uma maior.

Por outro lado, é também fundamental avaliar a distribuição dessa mesma área pelas divisões do imóvel. A equipa de consultores da DECISÕES E SOLUÇÕES terá em conta todas essas determinantes na hora de avaliar o seu imóvel.

 

7. Orientação e vistas do imóvel

Outro aspeto a considerar na avaliação de um imóvel é a sua orientação. Principalmente no Norte do país, uma casa orientada a Sul tem maior valor comercial, especialmente se forem os quartos e/ou varandas a ter esta exposição solar.

A necessidade de utilização de aquecimento ou ar condicionado vai torná-la mais ou menos eficiente e, consequentemente, com maiores ou menores custos para o comprador. Por outro lado, as vistas contribuem decisivamente para a valorização da casa.

 

8. Eficiência energética

Hoje em dia, manter o conforto gastando o mínimo de recursos valoriza de forma determinante uma habitação. Para isso, há um conjunto de equipamentos e estruturas que contribuem para este aspeto.

Caixilharia com vidro duplo, um bom isolamento térmico do edifício, aquecimento eficiente, orientação geográfica, entre outros, são fatores que valorizam uma casa. O investimento numa boa eficiência energética vai permitir alavancar esse valor no médio/longo prazo.

 

9. Garagem e arrecadação

É principalmente nos apartamentos que a existência de lugar de garagem, bem como uma zona de arrumos, dá mais valor comercial à habitação. Assim, quando for avaliar o seu imóvel, estes aspetos vão ser tidos em consideração.

 

Procura vender a sua casa? Quer uma avaliação correta do seu imóvel? Preencha o nosso formulário e deixe que a equipa de consultores da DECISÕES E SOLUÇÕES obtenha o valor mais adequado ao mercado.

Quanto vale a minha casa?

 

Decisões e Soluções – Intermediários de Crédito, Lda, registada no Banco de Portugal, como Intermediário de Crédito Vinculado, sob o n.º 926, verificável em www.bportugal.pt/intermediarios-credito é mediador inscrito na ASF, desde 29 Setembro 2009, com a categoria de Agente de Seguros, sob o n.º 409311648/3, com autorização para Ramos Vida e Não Vida, verificável em www.asf.com.pt. O mediador de seguros não assume a cobertura de riscos. Decisões e Soluções – Mediação Imobiliária, Lda, titular da Licença AMI n.º 9300 emitida pelo IMPIC, I.P.

5 Motivos para se tornar consultor imobiliário!

consultor imobiliário

Ter uma carreira como consultor imobiliário é um sonho que muitos ambicionam. O crescimento do setor dos imóveis a que assistimos nos últimos anos tornou evidente o potencial desta área de atuação.

A consultoria imobiliária permite aliar flexibilidade a um ótimo retorno financeiro, proporcionando qualidade de vida e realização pessoal e profissional. Quando aliada a um grupo forte e consolidado no mercado, os benefícios multiplicam-se.

Fique a par das potencialidades que a atuação como consultor imobiliário pode trazer à sua vida. Torne os seus sonhos realidade. Depende unicamente de si!

 

5 Vantagens exclusivas de ser consultor imobiliário

 

1. Gestão autónoma do seu próprio tempo

O consultor imobiliário beneficia da oportunidade de gerir o seu próprio tempo com a máxima autonomia. Isso significa que poderá organizar a sua agenda com bastante flexibilidade, planeando a sua semana em função das pretensões e compromissos que mantém com os seus clientes.

Poderá, por exemplo, empreender tempo na investigação in loco de oportunidades rentáveis de negócio ou no acompanhamento de potenciais compradores. Além disso, é inegável a possibilidade de balancear devidamente a sua vida pessoal com esta atividade.

 

2. Construção de uma carreira de sucesso

Por muitas oscilações que possa sofrer, o mercado imobiliário permanecerá ativo, nas suas mais diversas configurações. Com a construção de uma carteira de clientes sólida, pautando a sua atuação por valores como a ética, integridade e respeito e exibindo resultados a médio prazo, a progressão na carreira torna-se uma inevitabilidade.

Ao associar a atividade de consultor imobiliário a uma empresa estabelecida no setor, poderá também ver o seu reconhecimento crescer de dia para dia.

 

3. Obtenção de rendimentos elevados

Existirá sempre alguma volatilidade no que diz respeito aos rendimentos obtidos na consultoria imobiliária. Estas variações estão dependentes do lugar que a agência ocupa no mercado, do volume de negócios concretizados e da carteira de clientes. Mas é certo que se situam num patamar cobiçado por muitos.

Para maximizar os ganhos, deverá investir, numa fase inicial, na monitorização e estudo do mercado de imóveis. Num período posterior, nutra as relações que mantem com os seus clientes, de forma a obter ganhos consistentes.

 

4. O poder do networking

A interação com pessoas é algo incontornável nesta profissão. Atualmente, a rede de contactos adquire uma enorme importância, pelo que encontrará clientes de diversos contextos na sequência desta atividade. Valorize cada contacto e nutra a relação com todos os que passam pela sua vida profissional.

 

5. Uma enorme realização pessoal

Um consultor imobiliário poderáimpactar e contribuir de forma decisiva para a felicidade dos seus clientes, encontrando a casa dos seus sonhos, o escritório que sempre quiseram ter ou o espaço comercial que há muito procuram…

A realização de um negócio proveitoso para todas as partes envolvidas proporciona um sentimento de satisfação único.

 

Construir carreira como consultor imobiliário é uma das ambições na sua vida? Acompanhe o nosso blog e aceda a conteúdo útil e especializado sobre o setor dos imóveis em Portugal. Estamos sempre disponíveis para si!

 

Saber mais sobre o mercado imobiliário

 

Decisões e Soluções – Intermediários de Crédito, Lda, registada no Banco de Portugal, como Intermediário de Crédito Vinculado, sob o n.º 926, verificável em www.bportugal.pt/intermediarios-credito é mediador inscrito na ASF, desde 29 Setembro 2009, com a categoria de Agente de Seguros, sob o n.º 409311648/3, com autorização para Ramos Vida e Não Vida, verificável em www.asf.com.pt. O mediador de seguros não assume a cobertura de riscos. Decisões e Soluções – Mediação Imobiliária, Lda, titular da Licença AMI n.º 9300 emitida pelo IMPIC, I.P.